Tank: Guitarrista Mick Tucker confirma: “2 Minutes to Midnight” foi inspirada em música do White Spirit
Postado em 07 de junho de 2022 @ 20:02 | 48 views


O canal do YouTube HEAVY CULTURE segue em sua jornada metálica com mais um grande bate-papo realizado no mês de maio, com o guitarrista Mick Tucker, integrante do Tank e White Spirit, duas bandas icônicas da NWOBHM. Enquanto o Tank despontava no cenário britânico com o EP “Don’t Walk Away”, em 1981, o White Spirit já pavimentava seu caminho desde seu surgimento, em 1975, e tinha em suas fileiras Janick Gers, que anos depois viria a se tornar guitarrista do Iron Maiden. Embora Mick Tucker não seja membro original das duas bandas, é com ele que o Tank grava os álbuns “This Means War” (1983), “Honour & Blood” (1984), “Tank” (1987) e “Still At War” (2002). Em 2007, Tucker e o guitarrista Cliff Evans se separam de Algy Ward e continuam com outra versão do Tank, criando assim duas bandas com o mesmo nome. A versão de Tucker/Evans já conta com quatro álbuns e não dá sinais de cansaço.

Sobre o White Spirit, Mick Tucker confirmou algo que os fãs de Iron Maiden já haviam discutido anteriormente em fóruns na internet: o riff de “2 Minutes to Midnight” (do álbum “Powerslave”, 1984) é inspirado no riff de “Midnight Chaser”, faixa de abertura do álbum autointitulado do White Spirit, lançado em 1980 com Janick Gers na guitarra. E os próximos meses também parecem estar bem agitados para o White Spirit, pois como contou o guitarrista, em cerca de dois meses será lançado o novo álbum, sucessor do debut autointitulado, lançado em 1980. “Right or Wrong”, com lançamento previsto para julho, contará com vocais do saudoso Brian Howe, falecido no ano passado. Relembrando o passado, Mick Tucker contou como conseguiu um teste para o Motörhead em 1983: “Foi um pouco antes de gravamos o álbum “This Means War”. Nós tínhamos o empresário Doug Smith na mesma gravadora, da mesma empresa de gerenciamento, então nós costumávamos encontrá-los no escritório…”.

Sua entrada para o Tank em 1983 resultou no álbum “This Means War”, e questionado sobre o novo direcionamento musical da banda com sua adição, o músico explicou: “Há um pouco mais de poder de fogo nas guitarras quando eu realmente me juntei a eles. Começamos a ensaiar para as gravações do “This Means War” e eu tive muitas ideias, e eu vinha de uma banda de Rock muito melódico… e então eu me juntei a uma banda de Speed/Punk Metal que eu na verdade amo, e eu amo os dois lados, mas eu tentei não mudar muito, apenas trazendo músicas mais estruturadas”. Sobre suas influências, Mick citou guitarristas como Peter Green (Fleetwood Mac), Eric Clapton, Leslie West (Mountain) e Ritchie Blackmore.

Para conferir o bate-papo completo com Mick Tucker:

Crédito da foto: Divulgação 

Mais informações:

Facebook: https://www.facebook.com/heavyculturebra
Grupo: https://www.facebook.com/groups/159610798712141
Instagram: https://www.instagram.com/heavyculture
YouTube: https://www.youtube.com/HeavyCulture
E-mail: heavyculture2020@gmail.com
Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

Tags:, , , , ,

Categoria: Heavy Culture · News · Vídeos


TOP