Symmetrya: Literatura e arte brasileira ganharam destaque no conceito lírico do último álbum
Postado em 02 de abril de 2019 @ 08:17 | 85 views


Symmetrya

O último lançamento da banda de Heavy Metal SYMMETRYA, “Beyond the Darkness”, traz diversas referências à arte e literatura brasileira, valorizando assim nossos escritores, pintores e suas valiosas obras. Segundo a banda, “no projeto inicial seriam feitas letras baseadas em livros de escritores renomados da literatura brasileira, mas durante o processo de composição achamos que seria melhor retratar sobre escritores menos famosos, assim levando ao público o conhecimento de uma nova geração de escritores com exceção da renomada Lúcia Machado De Almeida cuja obra literária de 1953, “O escaravelho do Diabo”, clássico da literatura infanto-juvenil foi retradada na música “Crime of the Century (Crime do Século), contando a história dos crimes do psicopata do escaravelho.”

“O Escaravelho do Diabo” foi publicado originalmente em capítulos na revista O Cruzeiro, entre 10 de outubro e 26 de dezembro de 1953, alcançando maior sucesso ao ser republicado em livro em 1974 pela Série Vaga-Lume, criada em janeiro do ano anterior, com ilustrações de Mario Cafiero. Já “Lights Go Down” é uma homenagem ao artista joinvillense Juarez Machado, sendo a música e letra baseada na obra “I Encontro”, uma pintura feita em litografia. O vocalista Jurandir Jr. explica que “a letra desta canção retrata sobre o amor em sua forma racional, como a obra é feita em preto e branco, sem outras cores, usei este paralelo pra desenvolver o tema da letra, retratando um amor em preto e branco, fazendo uma apologia ao amor em sua forma mais direta e simples, sem cores na verdade é o que a musica quer passar. Foi usado o título de “Lights Go Down” (luzes se apagam) insinuando o amor sem cores na forma poética.”

Já a canção “Fragments of Life” (fragmentos da vida) é baseada na obra de mesmo nome do autor Antônio Borges, retratando um paralelo com o livro sobre as dificuldades da convivência em sociedade e por último, “Recipe for Desaster” (receita para o desastre) foi baseada em algumas partes do livro “Arte ou Desastre”, do escritor Ângelo Monteiro, publicada em 2011.

Além do belíssimo trabalho usando referências brasileiras da literatura e arte, o SYMMETRYA também buscou inspiração no escritor americano Stephen King na letra de “Rose the Hat”, baseada em personagens do livro “Doutor Sono”. Rose, a Cartola, uma personagem do livro, é uma vila e líder de um culto que captura crianças que possuem dons sobrenaturais. “Doutor Sono” foi o 61º livro publicado de Stephen King, e é o seu 50º romance, e o 43º em seu próprio nome. É uma sequela do seu romance “O Iluminado” (1977), lançado em setembro de 2013.

Ouça o álbum no Spotify:

Contatos:
Facebook: www.facebook.com/symmetryaofficial
Instagram: www.instagram.com/symmetrya.official
Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

Tags:, ,

Categoria: News


TOP