Slayer: Seria um sacrilégio apontar as músicas mais fracas da banda?
Postado em 14 de fevereiro de 2019 @ 12:37 | 473 views


Piores músicas do Slayer? Sim, várias!

O fã mais “cego” (ou surdo?) do Slayer com certeza deve estar doido para proferir algumas palavras de baixo calão ao ler este texto, porém, até o mais ardoroso fã da banda tem que admitir: há músicas sem sal em sua discografia!

No auge do Alterna/New Metal

Até lá nos anos 1980 há músicas mais fracas, como “Mandatory Suicide”, do excelente (e para muitos), melhor álbum da banda, “South of Heaven” (1988).  Pronto, até aí já fui crucificado. Em “Seasons in the Abyss” (1990), há algumas coisas que não curti, mas foi a partir de “Divine Intervention” (1994) que os fãs começaram a chiar. Embora “Divine…” seja extremamente agressivo, há alguns detalhes que parecem não ter agradado os fãs. “Dittohead” e “Mind Control” são fenomenais. Além da agressividade latente, há uma “sujeira” na produção que deixa tudo mais interessante.

Como o texto aqui se baseia no meu gosto pessoal, devo dizer que “Diabolus in Musica” (1998) nunca me agradou por inteiro, e é nada mais do que o reflexo da época, quando as bandas de New Metal (ou Alterna) dominavam a cena e acabavam por influenciar seus influenciadores… Uma audição mais cuidadosa revela momentos empolgantes, mas, nada grandioso.

O disco que veio em seguida seguiu a mesma toada, e há quem curta “God Hates Us All” (2001), mas é preciso uma certa paciência ouvir o disco inteiro. OK, “Disciple” é legal, tem uma pegada agressiva e empolgante, lembrando os velhos tempos, com riffs e solos matadores, mas há sempre o “mas”…

Pulando direto pro último álbum, “Repentless”, de 2015, há a sem sal “When the Stillness Comes”, que poderia ter sido limada do track list. Mas, questão de gosto pessoal.  “Repentless” é o mais perfeito canto de cisne do Metal, seja nas músicas ou na fenomenal capa criada por Marcelo Vasco.

Então, resumindo: a lista abaixo baseia-se no meu gosto pessoal, então, se você acha todas as músicas da banda perfeitas obras primas saiba que odeio cerca de meia dúzia de músicas do Ghost!

Human Stray – World Painted Blood – 2009

When the Stillness Comes – Repentless – 2015

Death’s Head – Diabolus in Musica – 1998

Overt Enemy – Diabolus in Musica – 1998

Seven Faces – God Hates Us All – 2001

Deviance – God Hates Us All – 2001

Tags:

Categoria: Artigos


TOP