BHell: Apresentando a formação completa da banda
Postado em 05 de fevereiro de 2019 @ 17:36 | 191 views


O guitarrista Valério Exterminator apresenta a nova formação do BHELL, dando início à segunda fase da banda, que já conta com diversos shows programados para 2019. O BHELL iniciou seus ensaios em agosto de 2017, inicialmente como um projeto com objetivo único de gravar álbuns. Em 2019, porém, o BHELL passa de projeto para banda, e se prepara para subir aos palcos, prometendo incendiá-los com a pegada oitentista, unindo bases rápidas e furiosas, moshes e agressividade. Agora com a formação estabilizada com Valério Exterminator (guitarra), Anderson Cruz (vocal), Pepê Salomão (baixo) e Cristian Antonine (bateria), iniciam-se os preparativos para as gravações do vindouro debut, “Rest in Hell”. O guitarrista apresentou os novos integrantes em entrevista para o programa de rádio Portaria do Rock, da UFMG Educativa de Belo Horizonte.

Ouça o programa através do seguinte link:
https://bit.ly/2GbJXN4

Abaixo, o histórico dos novos integrantes:

Pepê Salomão (baixista) – fundador da banda Sepulchral Voice em 1987. Em 1988, Pepê gravou pelo Sepulchral Voice a demo ”In Storm”.  A banda ficou na ativa até 1992, retornando em 2015 para  destilar toda sua fúria e agressividade com seu Metal Extremo. Suas principais influências são S.O.D., Sodom, Destruction, Celtic Frost e Slayer. Uma curiosidade que une o Holocausto ao Sepulchral Voice, é que o vocalista Rossano, do Sepulchral Voice nos anos 80, foi vocalista do Holocausto no álbum “Negatives” (1990).

Anderson Cruz (vocalista) – foi baixista da banda de Thrash Metal Hunter, de Belo Horizonte, nos idos de 1988. Em 1991, com o fim da banda, fundou a banda de Death Spittle, seguindo nela até 1994, quando então recebeu convite para participar do Divine Death. Conceituados em BH, o Divine Death lançou a demo “Euronymous, Prince Of Death”, com o vocalista permanecendo até 2000. Por motivos particulares, ficou afastado de bandas até 2008, quando foi então tocar no Lustful, banda também de Death Metal de BH. No ano de 2017 assumiu o baixo no Chronic Ashes, banda de Death Metal Old School, onde se mantém firme e motivado. O Chronic Ashes se prepara para a gravação de um full length. Suas principais influências são Benediction, Obituary, Entombed, Burzum e Mayhem.

Cristian Antonine (baterista) – em 1988 tocou no Anarchus banda de Death/Thrash de BH. Permaneceu um tempo afastado devido a problemas particulares e retornou em 2004 com a banda de Heavy Mechanimal. Em 2016 entra para o Kaos Attack banda de Hardcore de BH e grava um EP. Com o fim da banda, entra para o Scarro banda também de Hardcore de BH. Suas principais influências vão de bandas de Heavy ao Hardcore, passando pelo Death/Thrash.

Novos vídeos da formação atual:
https://www.youtube.com/watch?v=61Zm23N9UYs
https://www.youtube.com/watch?v=LFHjTZHIFYE
https://www.youtube.com/watch?v=SdMXQC0ensI
https://www.youtube.com/watch?v=RqSqDMV9i8Y

 

Tags:, , ,

Categoria: News


TOP